5 perguntas para fazer a si mesmo antes de pedir um aumento

Está pensando em pedir um aumento salarial, mas em dúvidas se vai dar certo? Ter um upgrade no salário é o desejo da maioria dos profissionais e saber o momento certo para esta conversa pode fazer toda a diferença. Para saber se está na hora certa, nossa sugestão é responder essas perguntas antes de ir para a conversa e, assim, aumentar suas chances de conseguir o aumento!

1. Quanto tempo faz que eu trabalho aqui?

Algumas empresas irão compensar um bom desempenho com um acréscimo logo no primeiros meses de contrato, outras definitivamente não praticam isso. Se o caso da sua empresa é o segundo, você deve refletir sobre o tempo de trabalho que você possui, principalmente se não faz nem um ano. Encare esse tempo como uma oportunidade de apresentar dedicação e bons resultados para fundamentar seus argumentos!

Claro que existem exceções para essa regra. Se você teve responsabilidades extras atribuídas ao escopo do seu trabalho e seu desempenho com essas atividades foi bom, leve esses resultados para a conversa também.

2. Quanto tempo faz que eu recebi meu último aumento?

Talvez seja cedo demais se você recebeu um aumento nos últimos seis meses. Os especialistas sugerem que os pedidos de aumento sejam feitos com intervalos mínimos de um ano, assim você evita que seu líder tenha más impressões sobre você e é possível fundamentar seus argumentos na hora do pedido com base no período anterior, evidenciando sua capacidade de produzir cada vez mais no próximo ano.

3. Eu contribuo mais com a empresa?

Você não vai receber um aumento só por ter completado um ano ou mais na empresa. É preciso mostrar o valor de seu trabalho para o sucesso da empresa e esse é um trabalho longo e contínuo.

Talvez você pense que mereça um acréscimo porque o custo de vida está aumentando ou pelo salário mínimo que subiu, mas lembre-se, isso nunca irá acontecer se seu superior não reconhecer a importância de seu trabalho.

4. Como estão meus resultados?

Mais uma vez o assunto é resultado. Mostrar bons argumentos e saber medir o impacto do seu trabalho é essencial para se dar bem. Organize dados e resultados de seus feitos e apresente isso na hora do pedido!

5. É a melhor hora?

Não importa se seu trabalho for brilhante, pode não ser o tempo ideal para ter essa conversa. Analise o momento que sua empresa está passando. Vocês estão em uma fase de ascensão ou declínio financeiro? É uma época de transição? Como está a economia do país e como isso afeta a lucratividade da sua empresa?

Esses fatores, infelizmente, podem acabar barrando um acréscimo de salário e pode levar a conversa a rumos complicados. A vantagem de ter mais tempo, como já dissemos, é que você pode preparar o campo com mais calma e pedir valores mais altos quando for o momento certo.

Fonte: Love Mondays

Compartilhe:


Voltar

 

Desenvolvido por: In Company